Desça para descobrir
Voltar para Home

Inbound x Outbound

 08/10/2020

A transformação digital que encaramos durante os últimos anos trouxe mudanças significativas na forma como as pessoas descobrem as empresas, se relacionam com elas e consomem seus produtos e serviços.

Se os comportamentos dos consumidores mudaram, obviamente, o marketing também precisou se adaptar para atender às novas necessidades dos consumidores e continuar trazendo clientes para os negócios.

Com toda essa evolução, novos conceitos também surgiram, como os de inbound e outbound marketing. Compreender esses dois termos é fundamental para todos os que trabalham na área, seja no marketing digital ou no tradicional.

Contudo, ainda é comum encontrarmos pessoas que confundem inbound e outbound marketing ou que não compreendem bem o que cada um significa. Para acabar com as dúvidas, vamos explicar neste texto o que são e as diferenças entre esses dois conceitos.

Inbound Marketing

É importante pensar nos comportamentos relacionados ao consumo que a sociedade tem apresentado hoje para entender o que é o inbound marketing.

As ações de marketing que focam apenas em propagandas sobre os produtos que elas oferecem já não conseguem mais alcançar o público de maneira tão eficiente como em alguns anos atrás. Isso fez com que estratégias de divulgação tivessem que ser reestruturadas para conquistar os clientes e garantir as vendas.

O inbound é o método do marketing que surgiu para atender a essa demanda por uma forma diferentes de se comunicar com o público. No inbound, é o cliente que chega até a empresa e não o contrário. A comunicação é feita aqui com conteúdos atrativos e que agregam valor para as pessoas, para que elas se interessem pelo que a marca tem a oferecer e se sintam à vontade para iniciar um relacionamento com ela.

Não é à toa que a tradução do termo para o português ficou Marketing de Atração, afinal, seu objetivo principal é atrair os clientes. Por isso, propagandas diretas e invasivas para um público que ainda não está interessado na marca não é o objetivo com essa técnica de divulgação.

As ações de inbound servem para nutrir a relação com lead e fazê-lo avançar na jornada do comprador, reconhecendo cada vez mais a autoridade da marca e os benefícios que ele pode ter ao se tornar um cliente.

Se estamos pensando em pessoas que buscam soluções, uma empresa que investe em uma estratégia de inbound deve focar em conteúdos relevantes, que entreguem algo valioso para os usuários. Dessa forma, as chances de atrair pessoas realmente interessadas e incentivá-las a começar um diálogo se tornam bem maiores.

Outbound marketing

O surgimento de uma nova maneira de se relacionar com o público não quer dizer que os métodos tradicionais de marketing estejam extintos ou completamente em desuso. O outbound marketing se refere a um jeito mais direcionado e até mesmo invasivo de anunciar o que a empresa tem para oferecer aos seus clientes.

Em uma estratégia de outbound, é a empresa que vai até o cliente com seus anúncios, e o objetivo é gerar desejo imediato.

As propagandas que são transmitidas na televisão na televisão e em outdoors, estão impressas em jornais e revistas ou acontecem por ligações de telemarketing servem como bons exemplos de outbound marketing.

Em uma época na qual as pessoas não tinham acesso a tantas informações sobre as empresas e os produtos, essas eram as únicas maneiras das marcas chegarem até seus consumidores. No entanto, com a evolução tecnológica e o fácil acesso à internet, novas formas de se comunicar com o público foram surgindo e, como dissemos, as pessoas se tornaram cada vez mais ativas em suas escolhas.

Contudo, mesmo com tantas mudanças, ainda estamos expostos a todos esses tradicionais canais, não é mesmo? Por mais que atualmente seja muito comum falar que esse tipo de aproximação está ultrapassada, ainda é possível colher bons frutos com uma boa estratégia de outbound.

O importante é adaptar essa comunicação direta e para um grande público às novas tendências, que exigem criatividade e conhecimento aprofundado dos desejos das pessoas que precisam ser alcançadas.

Semelhança

Apesar das muitas diferenças, as duas formas de divulgação também têm algumas características em comum. Afinal, ambas dizem respeito às técnicas de comunicação entre a empresa e o público, ou seja, são duas formas de divulgar uma marca, seus princípios, valores, produtos e serviços.

Além disso, elas têm como objetivo comum e final a captação de clientes para a empresa e, assim, aumentar as vendas e o lucro.

Diferenças

Para saber como usar cada uma das metodologias, é essencial compreender o que diferencia as estratégias de inbound e outbound marketing.

Como já mencionado, no inbound é o cliente quem procura a empresa após se identificar com o conteúdo que ela compartilha e oferece para as pessoas. Mas é claro que a empresa não age passivamente nessa relação. Ela precisa investir em ações que sejam atrativas para as pessoas que deseja alcançar. Porém, o potencial cliente tem liberdade para começar a conversa com uma marca.

Já em uma estratégia de outbound, a marca é a responsável por anunciar e ofertar diretamente seus produtos e serviços. Ou seja, é ela que tem que chegar até o cliente, mesmo que ele não tenha conhecimento prévio sobre o ela é e o que vende.

No que diz respeito à linguagem utilizada, no inbound, as ações são direcionadas para um nicho mais específico, o que abre espaço para personalizar e segmentar a comunicação. Isso garante mais proximidade com o público e, consequentemente, mais assertividade.

Já no outbound, a empresa conversa com um público mais amplo, o que limita a personalização e pede uma abordagem um pouco mais generalizada.

Exemplo

Vamos pensar em uma propaganda que é transmitida no intervalo de uma novela da rede aberta de televisão, por exemplo. São milhares de pessoas assistindo, então, é mais fácil segurar a comunicação e falar apenas para um número limitado e específico de telespectadores. Além disso, o tempo é curto, por isso não há como nutrir o relacionamento com aquelas pessoas e atraí-las pouco a pouco para mais perto da marca.

Já nas redes sociais ou em um bloc, os usuários que acessam esses canais, normalmente, são mais específicos, já que eles têm afinidade com o que a marca compartilha e chegaram até aquele canal enquanto pesquisavam algo de seu interesse.

Se a marca investir apenas em propagandas e ofertas invasivas de seus produtos e serviços, nada impede que o usuário saia daquele canal e vá procurar outra fonte de informação para suprir suas necessidades.

Deu para entender o que caracteriza cada metodologia? Para resumir e simplificar, vamos apontar em tópicos as principais diferenças entre um e outro:

Inbound marketing

- O cliente chega até a empresa;

- A estratégia é baseada no conteúdo;

- Estabelece um diálogo com o público, para entende-lo, atraí-lo e oferecer a solução ideal;

- Tem um custo menor de aquisição de cliente;

- Busca educar e nutrir o relacionamento com as pessoas interessadas para que elas enxerguem as vantagens de se tornarem clientes.

Outbound marketing

- A empresa vai até o cliente;

- A estratégia é baseada em propagandas e anúncios;

- A comunicação é unilateral, não há espaço para diálogo com o público;

- Tem um custo maior de aquisição de cliente;

- Busca ofertar os produtos e serviços da marca de forma direta por meio de uma prospecção ativa.

Qual a melhor estratégia?

Se você chegou até aqui, viu que existem duas maneiras bem distintas de promover um negócio, cada uma com suas peculiaridades.

Não dá para dizer, de forma generalizada, que uma estratégia é melhor do que a outra, porque tudo depende das características de sua empresa, de seus objetivos, recursos e principalmente do público que você precisa alcançar.

Algumas vezes, o caminho certo é usar apenas uma das metodologias, enquanto há negócios que uma e outra de forma complementar dentro de sua estratégia de divulgação e são muito bem-sucedidos em suas ações.

Se você está começando agora, provavelmente perceberá que o inbound marketing é o mais adequado. Afina, ele é uma maneira de divulgar o seu produto que não precisa de investimentos tão altos como os feitos em ações de outbound. Além disso, você pode começar com estratégias realmente voltadas para seu público e que envolvam, a princípio, apenas sua participação, como o marketing de conteúdo. Investir em conteúdo é uma maneira de transmitir autoridade em uma determinada área de atuação, o que é importante tanto para negócios online quanto físicos. É saber como planejar e criar os melhores conteúdos para suprir as demandas de seu público e convencê-los de que você tem a solução ideal.